quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Férias escolares...o que fazer?

E chegaram as férias escolares, muitos pais ficam preocupados com o que fazer com seus filhos. Preocupam-se em levá-los para viajar, à praia, ao parque... mas como acontecem estes passeios? Você pai ou mãe estão interagindo com seus filhos? Estão sabendo a real necessidade deles? Será que o que eles precisam são somente diversão e distração para o período ocioso? Claro que a diversão é sempre muito bem vinda, mas a diversão em família é muito, muito melhor... E para que esta diversão aconteça não é necessário gastar muito. Basta boa vontade e uma dose de criatividade. Seguem abaixo algumas ideias simples, mas que podem auxiliar muito neste período e estreitar os laços com seus filhos:

* BRINQUEDOS DE SUCATA:

     Que tal aproveitarem e confeccionarem o próprio brinquedo em casa? Nada de tecnologia e brinquedos caros. O simples encanta a criançada! Podem surgir brinquedos incríveis e a brincadeira durar todo o dia... 
Derruba latas
jogo da velha com tampinhas e bandeja de isopor
vai e vem com garrafa pet
totó com caixa de sapatos e pregadores


Tenho certeza que seus filhos irão amar cada minuto gasto confeccionando os brinquedos e também brincando...

*AMARELINHA:

     Com um giz e pedrinhas está criada a tão tradicional brincadeira da Amarelinha, mas que ainda encanta crianças de todas as idades. Além de trabalhar a coordenação, equilíbrio e sequência numérica, aproveitamos para nos exercitar com nossos pequenos... 




      * DESENHANDO COM GIZ:

     Aproveitando o giz depois de brincar de amarelinha, use-o para fazer formas, desenhos e escritas no chão... Muitas coisas podem ser desenvolvidas com esta brincadeira. Faça desenhos de animais, objetos que lembrem músicas infantis, como: borboletinha, balão, casa, pintinho, etc. As crianças adoram músicas e poder cantar todos juntos, será uma experiência incrível... Se não souberem a música, não se preocupem e deixem que seu filho(a) o ensine. E com uma dose a mais de criatividade podem sair muitos desenhos e formas incríveis, que além de tudo renderão belas fotos...

























* BOLHA DE SABÃO:

     Hoje em dia já existem prontos os potinhos para brincadeiras com bolhas de sabão, mas nada que não possa ser feito também... Um canudo, cabo de folha de mamoeiro ou um arame com lã e um copinho com água e detergente viram rapidamente  a deliciosa e linda brincadeira com bolhas de sabão. Deixe o novo e mostre a seu filho como ser criativo deixando que ele conheça outras maneiras de ver o brinquedo, diga como era antigamente...




* ESCORREGA MALUCO:

   Neste verão improvise com brincadeiras com água... Uma lona grande com água e condicionador farão sucesso na sua casa! Deixe que as crianças escorreguem livremente na lona... É diversão na certa!! Só tenham cuidado, não deixe que corram sobre a lona, pois está escorregadia e podem se machucar, usem como escorrega mesmo... Dêem impulso e mergulhem nele...




* GUERRA DE BOLA COM ÁGUA (BEXIGAS):

   E a tradicional guerra de bexigas não pode faltar nas brincadeiras com água. A brincadeira já começa na hora de encher com água as bexigas... E depois... é treinar a mira e ver quem acerta mais bola no outro...


* CAÇA ÀS LETRAS:

     Com uma bacia e peneiras ou colheres, podemos criar uma brincadeira: a caça às letras, ou às balas... Podem ser colocados na bacia letras e pedir para que as crianças pesquem a letra inicial do seu nome, ou com balas, e eles devem pescar as guloseimas e ganha quem conseguir pescar mais...



* DESCOBRINDO O OBJETO:

   Esta é uma brincadeira que deve ser confeccionada anteriormente pelos pais. Escolha um brinquedo de seu filho(a) pequeno coloque em uma bola de encher, encha com água e coloque no congelador por algumas horas. Assim que congelar, retire a bola e entregue a seu filho(a) para que ele descubra qual brinquedo tem ali... Vale usar a imaginação para derreter o gelo, quebrando, molhando, derretendo...


   E agora que já conhecem várias opções, que tal correrem e convidarem seus filhos à brincadeira? Não percam tempo, lembrem-se, eles precisam de você, de sua presença, muito mais do que de presentes... 😉😉😉

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Bullying e cyberbullying

Nós, professores - e que também já fomos alunos, já sabemos bem do que se trata o bullying. O bullying é um ato de violência física ou psicológica, e todos nós, ou já sofremos, já fizemos alguém sofrer ou até mesmo fomos um pouco cúmplices, por ver acontecer com alguém e não interferir. Muitos podem achar que o bullying não existe, que é uma coisa normal de crianças, que eles estão apenas brincando. Mas, infelizmente, não é o que pensa quem sofre com o  bullying... O bullying pode ser causado com zombarias, xingamentos e evoluir para agressão física ou tortura.
Crianças se tornam escravas de seu silêncio, presas em seu mundo, sem poder falar, se expor ou conseguir se livrar das encarnações sofridas pelos colegas. Temos que estar atentos a todos os alunos e enxergar por dentro, ver suas almas, que por vezes está ferida e sem forças para lutar. Crianças e adolescentes introvertidos, calados, sem amigos devem ser os primeiros a estarem sob o olhar atento dos pais e educadores. 
E além dos ataques sofridos no dia a dia, na escola, nos grupos que estão inseridos, hoje também temos, o cyberbullying, que é tão  prejudicial quanto o bullying. Através da internet adolescentes e adultos usam de falsos perfis para atacar e denegrir outras pessoas. E como se não bastassem os falsos perfis em redes sociais, agora as pessoas não precisam mais se dar ao trabalho de criar falso, agora existem aplicativos onde pessoas mandam recados anonimamente. E com isso, acredito que o número de agressões virtuais irá aumentar significativamente, infelizmente, pois o agressor não será punido nem reconhecido. Estamos caminhando a passos largos para a desumanização, a compreensão deu lugar à intolerância... Cada vez mais vemos crianças cada vez menores, irritadiças, intolerantes e estressadas. E a reação dessas crianças é sempre a violência com o outro. Temos que ensinar a nossos alunos e filhos a empatia, o se colocar no lugar do outro, a amar e respeitar. Entenda, busque e saiba identificar uma criança ou adolescente vítima de bullying, ele precisa de seu olhar, ele precisa de você, antes que seja tarde demais...

segunda-feira, 29 de maio de 2017

CAIXA MUSICAL

    

Ótima ideia para trabalhar musicalização infantil. Usem a criatividade e criem lindas caixas musicais!!

sábado, 27 de maio de 2017

Musicalização infantil

   

     A musicalização sempre foi muito usada na Educação infantil em nossas escolas, e não é a toa, a música encanta desde os mais jovens aos da mais tenra idade, isto é fato. Desde o ventre de sua mãe o sentido mais apurado de um bebê é sua audição, daí a importância de estarmos sempre conversando, lendo e cantando para nosso bebê. A música aproxima, relaxa e nos faz ter uma melhor socialização e adaptação. A musicalização infantil  é de extrema importância desde a educação infantil pois através da música as crianças desenvolvem: a linguagem, ritmo, coordenação motora (através os gestos e danças) e aproximam amigos e professores, fazendo a convivência diária muito mais prazerosa.

     Estudos apontam que através das músicas infantis a criança se alfabetiza mais rápido, pois nas músicas cantadas por eles, as sílabas são ritmadas e repetitivas, o que os faz ouvir melhor cada sílaba e fazendo com que a criança entenda o significado das palavras através dos gestos que se fazem ao cantar. A criança que tem contato com a música tem um melhor desenvolvimento, sente-se mais estimulada.  

     A musicalização é importante em todas as etapas, pois a criança estimulada com música tem maior poder de concentração em suas atividades, potencializando sua capacidade de memorização.  Devemos saber escolher o melhor estilo musical para nossas crianças, pensando sempre em um bom desenvolvimento, não nos esquecendo que a melodia e a letra devem ser levadas em conta na hora da escolha. 

   Temos ótimas opções de músicas infantis, escolham bem, cantem e encantem!